Total de visualizações de página

terça-feira, 3 de abril de 2012

As Eternas Musas!



Você sabia que a música 'Carrie Anne' dos Hollies era para Marianne Faithfull? Eu não! Fiquei sabendo agora.
Não lembrava, ou também não sabia que 'Hey Negrita' do álbum 'Black and Blue' dos Stones era para a mulher do líder deles, Bianca Jagger!
'It Ain't Me Babe' de Dylan, foi uma maneira de Bob dizer a Joan Baez que não se envolveria nos movimentos políticos mais radicais da década de 60.


Esses e outros muitos casos de pra quem a música é dedicada e (ou) inspirada, constam do livro 'Músicas e Musas' de Michael Heatley & Frank Hopkinson, publicado aqui no Brasil pela editora Gutenberg. Capinha dura, 144 páginas, encadernação de primeira, este livrinho foi uma bela surpresa pra mim!


'Hearts and Bones' de Paul Simon, foi inspirado em sua esposa na época, Carrie Fisher, depois de uma  tentativa  desesperada de salvar seu casamento.




Tem, claro, as óbvias: 'Maybe 'I'm Amazed' que Paul dedicou a Linda! Pattie Boyd, ganhou duas: 'Something' de Harrison e "Layla' de Clapton, apesar de George jurar que não pensava nela em 'Something', e sim em Ray Charles! Que decepção, George!!! Brincadeirinha!!!
Passam pelas páginas rosas das musas - o livro é rico em fotos - também Janis Joplin ( Leonard Cohen dedicou 'Chelsea Hotel nº 2 a ela), Caroline Kennedy (Sweet Caroline), Jane Birkin - não preciso dizer qual canção, não é?
Todo o livro é bem explicadinho, com textos legais, apesar de algumas falhas na tradução.




Bem, vou parar por aqui, ou ninguém vai precisar comprar o livro!
Viva as musas! Sem elas, as inspirações para canções clássicas como estas nunca existiriam!






2 comentários:

cris disse...

Fiquei com muita vontasde de ler o livro!
Beijos, Titina

Eduardo Lenz de Macedo disse...

Este livro pra quem gosta de saber de detalhes sobre canções principalmente dos anos 60 e 70 é uma beleza.
Valeu Titina. Beijos.