Total de visualizações de página

domingo, 22 de maio de 2011

London Town - 1978



Após emendar vários álbuns de sucesso a partir de 'Band on the Run', além de uma excursão triunfal pelos EUA, e um disco triplo ao vivo, o WINGS parecia ter chegado em uma encruzilhada.

Paul McCartney, após estes anos desgastantes e preocupado com a nova gravidez de sua mulher, ficou imaginando qual seria o próximo passo de sua banda.
Algumas gravações iniciais foram feitas em Londres, no mês de janeiro de 77, antes de Paul assistir a um clip de Rod Stewart da canção 'Sailing', em que Rod gravava num iate. A partir desse episódio, o espírito aventureiro do velho Macca já sabia o que fazer.


Paul convocou seus acessores e fez os planos para uma viagem no verão para algum lugar paradisíaco, onde os WINGS poderiam levar sua família e gravar.
O local escolhido acabou sendo as Ilhas Virgens, e dois mega-iates foram alugados. 'Fair Carol', em que ocorreriam as gravações, e 'Wanderlust' - que depois viraria título de uma música no álbum 'Tug of War' -, que acomodaria Paul e sua família. O resto da equipe ficaria alojado em mais dois iates: 'Samala' e 'El Toro'.

No final de abril a banda chegou nas Ilhas Virgens e o projeto que inicialmente se chamaria 'Water Wings', foi pouco a pouco ganhando forma.
O WINGS apesar de todo o sucesso anterior, já não era um grupo coeso. Jimmy McCulloch, que inicialmente fora um membro muito ativo da banda, já fazia algum tempo que não tinha um bom relacionamento com Paul e Denny, e isto se reflete no disco, em que sua participação é apagada.
Logo após a volta para Londres, Jimmy abandonaria o WINGS para formar uma banda com Steve Marriot.
A banda de Jimmy também não duraria muito tempo e ele acabaria sendo encontrado morto em seu flat londrino, vítima de uma overdose.


O baterista Joe English era outro que não estava satisfeito com o andamento do projeto. O único americano do grupo estava sentindo falta de sua terra e também deixaria a banda logo após o retorno.

Apesar de tudo, boas canções foram gravadas no 'Fair Carol' durante o mês de maio. A que fez mais sucesso certamente foi 'With a Little Luck', mas que não se compara a pequenas pérolas como 'Famous Groupies' e 'Don't Let It Bring You Down'.


Paul trouxe uma lembrança de sua primeira viagem a Paris com John Lennon em 61, em 'Cafe on the Left Bank', e provavelmente uma de suas melhores baladas com 'I'm Carrying'. O projeto das Ilhas Virgens terminaria com as gravações de 'I've Had Enough' e 'Morse Moose and the Grey Goose'.
Após 30 dias, eles voltariam para casa com o projeto ainda inacabado. Linda estava no quinto mês de gravidez e Paul não queria arriscar.

Depois do nascimento de seu primeiro filho homem, James Louis, em setembro, um renovado Macca voltou aos estúdios de Abbey Road em outubro, não sem antes lançar o único single da banda naquele ano. O mega-hit 'Mull of Kintyre'/Girls' School', que havia sido gravado ainda em janeiro, acabaria batendo todos os recordes de vendas e de permanência em primeiro lugar nas paradas do Reino Unido.


Porém, havia mais trabalho a ser feito, e, como uma dupla - Paul e Denny Laine, com alguns toques de Linda nos vocais - eles voltaram aos estúdios. Paul havia tido uma ideia de homenagear a cidade que lhes dera tanto, e ao compor 'London Town', Macca tinha certeza que ela seria um hit e que ela acabaria sendo até o carro-chefe do álbum.
Denny também se inspirou, e sua contribuição, com 'a little help from his friend', pode ser um reflexo de uma fase feliz que ele vivia com sua esposa Jo Jo, e seus filhos: 'Children Children' e 'Deliver Your Children'.

McCartney ainda achou tempo para homenagear Elvis Presley, que deixara o planeta em agosto daquele ano, em 'Name and Adress' e compor uma baladinha, daquelas que só ele consegue, com 'Girlfriend', cantada tão suavemente que muitos imaginaram que fosse Linda nos vocais. Michael Jackson transformaria esta música em hit no ano seguinte.


'London Town' acabou sendo lançado em março de 1978, e a receptividade foi morna. Na verdade todo mundo estava começando a ficar mal-acostumado com Paul McCartney. Esperavam hits atrás de hits, e Paul começou a se cansar dessa cobrança.
Para o restante do ano, Macca iria pensar seriamente no que queria fazer. Continuar com a banda, ou seguir um novo caminho sózinho.
O futuro iria nos contar!

4 comentários:

Alice disse...

Vou te contar... ouvir este 'trastejar' me faz lembrar muito meu irmão... sinto saudade do som do violão dele...

http://aliceseyesalice.blogspot.com/2009/08/o-violao.html

Pelo visto o próximo livro vai ser sobre este 'cantorzinho' aí... hehehehe

cris disse...

Dado, que bacana! E o cara está no Brasil de novo, hein? É hoje!!! E amanhã!!!
Beijo,
Titina

Eduardo Lenz de Macedo disse...

Muito legal, Alice. Adorei o teu poema!! Olha o próximo livro - se sair - será 'um pouco de tudo' e muita música!!! hehehe.
Pois é, Titina, ele está aí de novo! Vamos lá??? hehehe. Beijos.

Debbie disse...

"When the price you have to pay is high, don't let it bring you down...!!"

Grande London Town! Curti muito, hehe!